Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

23
Abr18

Quando estás demasiado próximo do teu limite...

gaivotazul

Tenho um trabalho à minha espera. Um trabalho que não me apetece fazer. Que me irrita pensar em concluir.

Porquê? Porque não reflete as minhas ideias. Porque é uma imposição desnecessária. Um trabalho em vão que não dará frutos. Só porque sim. Só porque alguém se lembrou que era melhor fazer. Porque passa da minha hora de trabalho. Porque deveria ter direito a desligar do trabalho. Porque lá fora brilha o sol mas dentro de mim as nuvens adensam-se.

Porque me apetece mandar tudo para outro lado. Porque tenho que sorrir e acenar afirmativamente mesmo face a um disparate. Porque a paciência é curta e a capacidade de compreensão diminuta. Porque um mais um são dois e não deveria ser preciso explicar porquê. Porque já não me apetece explicar. Nem tentar fazer compreender. O que deveria ser do entendimento de todos. Que algumas regras se aplicam a todos quer concordemos quer não. E que somos nós que temos que nos saber adaptar a elas ou contorná-las. Ao invés de esperar que as mesmas abram  excepções só porque sim. O mundo precisa de sonhadores. A ingenuidade tem um lado doce. Mas tudo tem limites. 

E o meu limite? Está próximo. Muito próximo...

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D