Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

29
Ago17

Passeio por um canto da cidade...

gaivotazul

Longe do Mar, procuro em cada pequeno canto desta cidade o contacto com a Natureza.

Num pequeno canteiro brotam pequenas flores que emprestam o seu colorido aos tons monótonos dos prédios que o ladeiam.

Mesmo no mais árido dos solos, pequenos rebentos despontam. Flores selvagens por natureza mas de uma delicadeza ímpar.

Olhando em volta, pequenos seres vivos numa constante azáfama contrastam com a quietude de outros que passam despercebidos aos mais desatentos, perdidos em pensamentos ou apenas concentrados em algo mais.

Neste pequeno canto, vestígios do Outono que se aproxima pontuam o solo.

E eis que no meio de odores indiferenciados surge um aroma tão familiar. É apenas um pinheiro, mas a sua intensidade leva-me até "casa" se os olhos fechar. Mas ao abri-los... não é o colorido que esperava encontrar.

Não entendo... Não entendo como num recinto onde o recipiente adequado se encontra a dois passos, pequenos e graúdos poluem assim um espaço que não lhes pertence mas que é deles também.

Levanto novamente os olhos do chão e ergo o olhar para cima. Onde a luz passa por entre as copas das árvores iluminando as suas folhas.

Aspiro a uma outra Liberdade...