Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

09
Mai18

Olhares que se cruzam...

gaivotazul

Em criança devolvemos o olhar a quem nos olha. Fitamos-nos no fundo da Íris, vendo o nosso reflexo devolvido. Sem filtros, sem barreiras.

Crescemos. Aprendemos a esconder. A não ser mais tão transparentes. Olhamos sem olhar para que não nos consigam ler.

Mas ocasionalmente, há olhares que se cruzam. Surgem num momento que não se espera, sem nos dar tempo para colocar o escudo supostamente protetor. E então olhamo-nos. E ao olhar, alguém nos olha de volta devolvendo o olhar.

É uma fração de segundo que se finda rapidamente. Ao tomarmos consciência desviamos o olhar.

Tarde de mais. Ficou em nós aquele instante em que percebemos o que perdemos por não nos olharmos. O quanto ganharíamos se o fizéssemos.

Afastamos o pensamento, colocamos a máscara e seguimos em frente. Até ao próximo olhar que se cruze...

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D