Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

06
Out17

Manhã de luar...

gaivotazul

São sete horas da manhã. Pela janela do quarto, é o luar quem me vem acordar e não os raios do sol que entretanto despontou.

Não corri os estores e através dos cortinados translúcidos, consigo vislumbrar uma lua cheia, linda, iluminada que pede para ser admirada.

Gostava de poder virar costas ao sol e à lua. Gostava de poder fechar os olhos e dormir um pouco mais. A noite ainda mal começou diria eu. Quando será que este cansaço resultante de tantas horas de sono em falta, de tantas noites mal dormidas e acumuladas se desvanecerá?...

Arrasto-me para fora da cama e obrigo-me a contemplar a lua. Como está bonita!... mas a lente da câmara e a resolução da objectiva são insuficientes e fracassam na tentativa de eternizar a sua beleza. Resta-me apenas observá-la num esforço inglório de a fazer perdurar no tempo.

Tenho ainda cinco minutos. Regresso ao aconchego do cobertor que esta madrugada já se tornou aprazível. Porque será que é sempre nos instantes antes do despertar obrigatório que o relaxamento se torna maior? Será que posso pôr o mundo em pausa?

Tenho sono. Tenho muito sono... Fecho os olhos... são só alguns instantes digo a mim mesma... e adormeço.