Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

13
Dez17

Há em ti tanto por desvendar...

gaivotazul

No teu corpo, marcado a tinta permanente, jaz parte da tua história.

Cada traço, cada linha cuidadosamente delineada contam quem foste, quem és, quem gostarias de ser.

Algumas das suas linhas começam a desvanecer acusando a passagem do tempo. Mas em ti, na tua alma tatuada, permanecem com a mesma nitidez de sempre. Inalteradas.

 

Olho a tua história no teu corpo marcada. Perco-me nas suas linhas. Interrogo-me sobre a sua origem e sobre o seu desfecho.

Redelinearia cada uma delas vezes e vezes sem conta até que a tua história fosse a minha história, a nossa história.

 

No teu olhar, tal como no teu corpo, jazem outras tantas histórias que não contas. Fechaste-te em ti. Que segredos guardas?... Sei que lutas por contê-los. O peso do segredo sobre os ombros. Deixaste de olhar o Mundo de frente... 

 

Estou aqui. Não julgarei o teu passado contado na tinta permanente que marca o teu corpo. Não questionarei o teu presente divulgado pelo teu olhar que procuras esconder.

Estou aqui. Se quiseres...

Há em ti tanto por desvendar...