Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

05
Dez18

A única palavra que precisava ser dita!

gaivotazul

A tua voz! A primeira coisa que notei foi a tua voz. Trémula, entre-cortada, baixa, como se formar as palavras te exigisse um esforço suplementar, como se estas fossem pronunciadas a ... Medo?!?

Não! Não era o medo que guiava a tua voz. Percebi-o em seguida quando reparei na tua postura e olhei no teu olhar.

Todo o teu corpo refletia a emoção de um encontro há muito aguardado.

Os teus olhos marejados olhavam com ternura quem na tua frente se sentava. As tuas mãos moldadas pela passagem do tempo procuravam afagar as que nelas seguravas. Desejando que tão cedo não se voltassem a apartar... Passou muito tempo. Tempo de mais.

Sem jeito, procuravas formular as perguntas de quem quer saber mais, de quem quer saber tudo, de quem não se importa propriamente com a resposta mas apenas com quem as emite. Perguntas atabalhoadas. Como atabalhoados deviam ser os pensamentos. 

E então, ternamente, proferiste a única palavra que verdadeiramente precisavas dizer... "Filha!"

 

E eu fiquei ali, no meu canto. Testemunha do reencontro entre um pai e uma filha. Desejando que o encanto do momento não fosse por mim quebrado. Sentindo-me grata por não ter de reencontrar quem assim me chama. Filha!

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D