Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

23
Ago21

Estrelas pintadas...

gaivotazul

Ao ler a frase, não resistira a sublinhá-la. De certo modo, parecia-lhe conter uma mensagem demasiado importante para ser lida em uma só passagem rápida, sem tempo de assimilação. Assim, revirara a atulhada gaveta superior da mesa de cabeceira, em busca de um lápis de carvão. Uma esferográfica, a caixinha dos primeiros dentes de leite, o estojo vazio dos óculos-de-sol, botões soltos, papéis e papelinhos mais ou menos dobrados, um "Quantos Queres", marcadores de outros livros lidos... deveria estar por ali algum lápis...recordava-se de o ter atirado para lá... Na ausência deste, teria de se contentar em dobrar o canto superior da página, como tantas vezes já fizera, para a ela voltar oportunamente. Se não se esquecesse...

De lápis na mão, leu e releu a frase, uma e outra vez, acabando por, cuidadosamente, sublinhar aquelas palavras. Sabia que, inevitavelmente, voltaria a elas mais tarde.

Agora, enquanto as relia uma vez mais, deu por si a olhar em volta. Refletiu por alguns instantes, e não pode deixar de formular um pensamento... Estaria também ela a viver numa espécie de carrocel no qual os espelhos, luzes e gravuras nos iludem a cada volta, mergulhando em ilusões, tornando a realidade um conceito cada vez mais abstrato?...

 

Na prateleira da escrevaninha, a fotografia emoldurada de um Nascer-do-Sol capturado tantos anos antes pela objetiva de uma máquina Kodak descartável, transportava-a de volta àquela planície alentejana e àquela noite gelada passada em claro que antecedera aquele momento mágico imortalizado no retrato.  Enquanto o observava pensava...Quando fora a última vez que acordara a tempo de ver o Sol nascer? Qual fora a última vez que decidira enfrentar o ar gélido da noite para respirar as suas estrelas e contemplar os cheiros e sons que invariavelmente a acompanham?

De tempos a tempos dizia para si que o iria fazer. O cansaço, a preguiça ou desalento levavam-lhe sempre a melhor. Talvez outro dia!

 

动漫男生头像 星空

"O interior da tenda tinha estrelas pintadas. Parecia-lhe coisa de gente da cidade, pois não tinham percebido que, se desmontassem a tenda, podiam ver estrelas a sério".

Jodi Picoult, Lobo Solitário

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D