Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

19
Mar21

Era uma vez uma mulher que quando acordou do coma só miava

gaivotazul

Era uma vez uma mulher que quando acordou do coma só miava...

Chegara numa manhã em que a tranquilidade fora repentinamente sacudida. As notícias chegavam dispersas e com grande imprecisão.  Para o quem, como, porquê... ninguém parecia deter as respostas.

Os pacientes iam entrando em catadupa, uns pelos próprios pés, outros transportados em braços e macas improvisadas. O caos instalara-se e todos pareciam impotentes perante os olhares perdidos e confusos dos que ali chegavam.

Fora a última a chegar. As buscas já haviam sido canceladas pelo que encontrá-la debaixo dos escombros no último instante havia sido por si só um milagre.

Fora um pequeno gato cinzento quem dera o alarme. Miava incessantemente recusando-se a abandonar o local.

Os exames neurológicos e a tomografia nada revelavam. Tirando as escoriações e os hematomas no rosto, nada indicaria que tinha estado no local daquele trágico evento. Para todos, era como se simplesmente dormisse, tranquila e serenamente. 

Haviam-se passado meses desde que despertara. Desde então, deambulava pelos jardins do claustro do antigo mosteiro, hoje convertido em hospital, apreciando as verdes árvores em flor e acariaciando as delicadas pétalas que despontavam.

Nos primeiros dias só miava. Os exames, mais uma vez, nada revelavam. A explicação para tão insólita condição permanecia uma incógnita.  Aos poucos, remetera-se ao silêncio e desistira de tentar que a compreendessem. Mas no seu silêncio aparente, encarnava o papel de toda uma vida e cantava. Afinal, representar Grizabella, havia sido sempre o seu sonho. E "cantá-la", era tudo o que sabia fazer...

" Daylight, I must wait for the sunrise
I must think of a new life
And I mustn't give in"

Cat Soul de Laura Agusti

 

A "nossa" Ana desafiou-nos, e em boa hora o fez. Obrigada, Ana! 

 

 

 

 

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D