Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

20
Set18

...

gaivotazul

Quero escrever. Para o fazer tenho primeiro de silenciar os meus pensamentos. No mínimo conferir-lhe alguma ordem. Permitir que se façam ouvir. Um de cada vez.

Coloco a música a tocar. Enquanto os seus acordes enchem o ar a mente começa lentamente a serenar-se. Como o corpo cansado que se aquieta e acomoda no colchão. 

Divago. Permito que as minhas emoções naveguem um pouco à deriva. Não me sinto preparada para assumir o comando do leme. Não ainda. Confio que encontrarão o caminho a seguir. Permito que por agora fluam por onde lhes aprouver. Ainda que não as consiga decifrar. São minhas. Com todas as suas variantes. Capazes de passar de um extremo ao outro num segundo. Da calma à fúria. Da passividade ao ataque. Mais difícil o inverso.

Aquieta-se a mente ao ponto de quase se sentir despojada de pensamentos. 

 

A melodia mudou. É agora expressa pelas cordas de uma guitarra que segreda baixinho a sua história. Ou pelo menos a história que a alguém ouviu contar. Prende toda a tua atenção. Termina rápido de mais deixando-te com a insatisfação resultante. Pedes-lhe mais. Imploras pela sua companhia. Pela sua voz. Não importa o que te diga. Queres sentir mais do que entender. O coração vê para lá das palavras que não sabes dizer. 

A súbita vontade de chorar. A lágrima reprimida. O sentimento refreado. O pensamento contido.

Pudéssemos nós ser as notas cantadas nas cordas daquela guitarra. 

Silenciou-se. A guitarra, e a minha voz interior...

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D