Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas soltas...

Páginas soltas...

30
Ago17

O Campo em que brinquei...

gaivotazul

Resultado de imagem para campo flores

 

 

Ontem à noite lembrei-me do campo onde brincava na minha infância.

 

Não, não era um campo de amplas pastagens, com animais. Bem,..., na realidade até tinha animais,..., porcos nos currais, galinhas nos galinheiros e cobras ocasionais. Mas, a bem da verdade, nem sei porque lhe chamavam "o Campo". Só sei que quando anunciavam "Vamos ao Campo!" a euforia era geral.

 

O Campo mais não era do que um recinto fechado com muros altos, localizado nas traseiras de um grande edificio, ao qual acedíamos por túneis e labirintos secretos (assim me pareciam na altura os atalhos tomados para lá chegar).

 

No Campo havia baloiços. Talvez dos poucos baloiços que existiam na minha pequena Vila. Um escorrega grande, um baloiço, uns cavalinhos de madeira que andavam à roda, um "sobe e desce", um "talin-talão"onde cabíamos muitos e duas estruturas metálicas de barras onde nos empoleirávamos como macacos nas árvores. O meu preferido?!? O Baloiço que me permitia voar cada vez mais alto e ver para lá dos muros que nos continham.

 

No Campo não havia pastagens mas existiam flores selvagens que nasciam e por ali cresciam: margaridas, malmequeres, papoilas, espigas...

Não havia animais de grande porte mas tinha joaninhas, gafanhotos, carochas, louva-a-deus,formigas, bichos de conta e "tesouras" (assim lhes chamávamos).

 

Numa área do Campo existia o que hoje seria considerado uma "caixa de areia" gigante (não obstante os pedaços ocasionais de pedras, telha, tijolo e até pregos ferrugentos - resultantes de obras que se poderiam encontrar). Situado debaixo de um telheiro, aí nos abrigávamos do sol e da chuva e dávamos largas à imaginação enquanto nos dedicávamos à "construção".

 

Ir ao Campo era um privilégio...

Hoje, em qualquer aldeia, vila ou cidade podemos encontrar parques infantis construidos para o efeito. Parques onde os baloiços são adequados às características das crianças e das suas faixas etárias, onde os espaços verdes envolventes são alvo de planeamento paisagístico, onde toda a arquitetura é cuidadosamente pensada. Ainda bem que assim é, mas não sei porquê...às vezes duvido que as crianças tenham pelos seus parques o mesmo apreço que eu tinha pelo "meu Campo", tão único e singular...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D